As Montagens no Indac

A cada semestre, os alunos do indac apresentam um exercício cênico, aberto ao grande público, como parte da Mostra de Teatro Indac. São aproximadamente 15 peças por semestre. Confira ABAIXO, a lista de espetáculos finais das turmas de formandos do nosso Curso Profissionalizante de Ator.

2012 – “Senhora dos Afogados” de Nelson Rodrigues. Direção: Kiko Marques
2012
 – “Boca de Ouro” de Nelson Rodrigues. Direção: Renato Andrade
2012 – “Vestido de Noiva” de Nelson Rodrigues. Direção Kiko Marques
2012 – “Os Sete Gatinhos” de Nelson Rodrigues. Direção: Marcos Suchara

2011 – “O Anel de Magalão” de Luis Alberto de Abreu. Direção: Kiko Marques
2011 – “Vereda da Salvação” de Jorge Andrade. Direção: Renato Andrade
2011 – “Esperando Moscou” adaptação de “As Três Irmãs” de Anton Tchecov. Direção: Renato Andrade
2011 – “O Percevejo” de Vladímir Maiakóvski. Direção: Kiko Marques

2010 – “Tartufo” de Molière. Direção: Hélio Cícero
2010 – “A Tempestade” de William Shakespeare. Direção: Renato Andrade

2009 – “#caixapreta” de Renato Andrade. Direção: Renato Andrade
2009 – “Bodas de Sangue” de Frederico Garcia Lorca. Direção: Kiko Marques
2009 – “Seis personagens a procura de um autor” de Luigi Pirandello. Direção: Hélio Cícero
2009 – “Medéia Vozes” de Renato Andrade. Direção: Renato Andrade

2008 – “A Menina e o Palhaço- o Alvará” de Kiko Marques. Direção: Kiko Marques
2008 – “Roberto Zucco” de Bernard-Marie Koltès. Direção: Hélio Cícero
2008 – “Muito barulho por nada” de William Shakespeare. Direção: Adriana Pires
2008 – “Instante” de Maucir Campanholi. Direção: Maucir Campanholi

2007 – “Morte e Vida Severina” de João Cabral de Melo Neto. Direção: Kiko Marques
2007 – “As Fenícias” de Eurípides. Direção: Kiko Marques

2006 – “Gigantes da Montanha” de Luigi Pirandello. Direção: Kiko Marques
2006 – “Dom Quixote” de Marcio Marciano. Direção de Paula Coelho

2005 – “Sonho de uma noite de verão” de William Shakespeare. Direção: Kiko Marques
2005 – “Peer Gynt”, de Henrik Ibsen. Direção: Francisco Gomes

2004 – “Trilogia Perversa” de Ivo Bender. Direção: Kiko Marques
2004 – “Os vivos e os mortos” de Kiko Marques. Direção: Francisco Gomes

2003 – “As Bruxas de Salem” de Arthur Miller. Direção: Francisco Gomes

2002 – “Combustão Espontânea” de Sarah Kane. Direção: Paula Coelho
2002 – “A Menina e o Palhaço” de Kiko Marques. Direção: Kiko Marques

2001 – “Pecados Mortais” de Márcio Marciano. Direção: Paula Coelho
2001 – “Brinquedos Quebrados” de Kiko Marques. Direção: Kiko Marques

2000 – “O Retorno ao Deserto” de Bernard Marie Koltés. Direção: Francisco Gomes
2000 – “Vertigem” de Maucir Campanholi. Direção: Marco Antonio Brás

1999 – “Sob Céu Cinzento” de Maucir Campanholi. Direção: Francisco Gomes
1999 – “Caminho de Parsifal” de Goethe. Direção: Sérgio Ferrara
1999 – “Bonitinha Mais Ordinária” de Nelson Rodrigues. Direção: Marco Antonio Brás.

1998 – “O Jardim das Cerejeiras” de Anton Tchecov. Direção: Maucir Campanholi
1998 – “O Anti-Shakespeare” de Marco Antonio Brás. Direção: Marco Antonio Brás

1997 – “Ollantaytambo” de Maucir Campanholi. Direção: Maucir Campanholi

1996 – “Arturo Ui” de Bertold Brecht. Direção: Marco Antonio Brás

1995 – “Viúva Porém Honesta” de Nelson Rodrigues. Direção: Marco Antonio Brás

1994 – “Perdoa-me Por Me Traíres” de Nelson Rodrigues. Direção: Marco Antonio Brás

1993 – “O Outro” de Maucir Campanholi. Direção: Maucir Campanholi

1992 – “As Três Irmãs” de Anton Tchecov. Direção: Paula Coelho

1991 – “O Jardim das Cerejeiras” de Anton Tchecov. Direção: Maucir Campanholi

1990 – “Nossa Senhora da Boca do Lixo” de Jorge Andrade. Direção: Walter Portela

1989 – “Rumo a Damasco” de August Strindberg. Direção: Susanne Walker e Dario Uzam

1988 – “Nossa Vida em Família” de Oduvaldo Vianna Filho. Direção: Maucir Campanholi
1988 – “A Cantora Careca” de Eugene Ionesco. Direção: Sérgio Correa

1987 – “A Lata de Lixo da História” de Roberto Schwartz. Direção: Julio César Callado

1986 – “A Morte do Imortal” de Lauro César Muniz. Direção: Ademir Martins

1985 – “Senhora dos Afogados” de Nelson Rodrigues. Direção: Luis Damasceno
1985 – “Yerma” de Federico Garcia Lorca. Direção: Luis Damasceno

1984 – “Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã” de Antonio Bivar. Direção: Beto Silveira
1984 – “A Megera Domada” de William Shakespeare. Direção: Ademir Martins
1983 – “Médico à Força” de Moliére. Direção: Ademir Martins